O que não existe mais
Autor: Krishna Monteiro
Editora: Arqueiro Tordesilhas 
Número de Páginas: 112

Sinopse: O que não existe mais é um relato sobre memória e desajuste, solidão e renascimento. Neste livro de contos, Krishna Monteiro explora esses temas sob vários ângulos. O de um filho perseguido nos corredores de sua casa pela lembrança viva o pai; o de um pacto celebrado pelo escritor João Guimarães Rosa numa encruzilhada; o de um galo de briga que, ao combater na arena, recorda toda a sua existência; o de um gato, narrando os últimos momentos de sua dona, sem compreendê-los; o de um velho soldado que tenta sem sucesso exorcizar a guerra; o de uma mulher que diante da degradação e do envelhecimento vê no ato de contar histórias a fonte mesma de criação e manutenção da vida.


Minha Opinião:
Eu particularmente gosto bastante de contos. Nessa pequena obra encontramos alguns, se não me falhe a memória, uns sete aproximadamente, cada um com uma mensagem para refletirmos por um tempo. Gosto disso, pois sempre lembro o livro em algum momento na vida, e este é um sinal que ele deixou em mim algo de bom.

Os principais temas abordados são: perda, ilusão, lucidez, passado e ausência, cada um de uma forma bem simples, porém com uma linguagem mais formal. Diversas palavras que aparecem no decorrer dos contos eu ainda não conhecia, mas é uma leitura que flui rapidamente.

O conto que mais me tocou foi logo de cara o primeiro, sobre perda. Já tive algumas na vida, que me fizeram sofrer muito. Mas o conto do passado foi um que marcou quantas vezes não tentamos reviver o que já passou. Sempre que leio algo sobre passado fico meio nostálgica, pois tenho o costume de lembrar diversos fatos já antigos.

Enfim, como já falei, é um belíssimo livro de contos, mas com uma linguagem mais requintada rs.

O trabalho da editora é perfeito, revisão ótima, diagramação boa para leitura, a capa simples, mas de acordo com o livro.


Uma grata surpresa. Novamente, vemos um autor nacional que tem um talento difícil de encontramos por aí.


7 Comentários

  1. Oiee ^^
    Não sei se já conhecia esse livro, mas não gosto muito de livros formados por diversos contos, não sei por que. Acho que um livro sobre perda, ilusão e ausência não me cairia bem agora...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?
    Eu vou confessar que ao ver a capa o livro não me chamou a atenção, porém a sinopse e a sua resenha me fizeram mudar de opinião, eu não sou muito de ler contos mas nesse caso eu vou abrir uma exceção e vou procurar o livro para ler. Espero gostar :)

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie, flor.
    Não sei que opinião dar sobre coletâneas. Complicado. Gostei do livro no geral, no entanto os temas que aborda são bem pra baixo, né? ): Talvez leia, mas não agora. Quero ter e cultivar motivos pra sorrir hahha
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando ❤

    ResponderExcluir
  4. Ola Mari! eu não gosto muito de contos, sempre acho que quando tá ficando bom termina, mas esse livro me conquistou. alem dos temas abordados o fato de usar uma linguagem mais formal me agrada muito, acho que assim eu consigo prestar mais a atenção e acabo absorvendo melhor a mensagem e de quebra enriqueço o meu vocabulário.

    .BEIJOSSsss...
    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie, tbm gosto de contos, pq são mais curtinhos, não enrolam muito kkk
    Parece um bom livro, pode ser que eu leia em algum momento, vou até salvar esse link kk
    beijos

    www.somandoconhecimento.com

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥