Corações Feridos
256 páginas
Editora Novo Conceito

Sinopse: 
Hephzibah e Rebecca são irmãs gêmeas, mas muito diferentes. Enquanto Hephzi é linda e voluntariosa, Reb sofre da Síndrome de Treacher Collins — que deformou enormemente seu rosto — e é mais cuidadosa. Apesar de suas diferenças, as garotas são como quaisquer irmãs: implicam uma com a outra, mas se amam e se defendem. E também guardam um segredo terrível como só irmãos conseguem guardar. Um segredo que esconde o que acontece quando seu pai, um religioso fanático, tranca a porta de casa. No entanto, quando a ousada Hephzibah começa a vislumbrar a possibilidade de escapar da opressão em que vive, os segredos que rondam sua família cobram-lhe um preço alto: seu trágico fim. E só Rebecca, que esteve o tempo todo ao lado da irmã, sabe a verdadeira causa de sua morte... Hephzi sonhara escapar, mas falhara. Será que Rebecca poderia encontrar, finalmente, a liberdade?


 Minha Opinião:
Quando vi esse livro pela primeira vez não imaginava que ia encontrar uma história como esta. Sempre imaginava algo bem triste, mas não passou na minha cabeça que seria tão forte.
O começo da leitura foi um pouco mais demorado. A autora escreveu bastante detalhes, mas de uma forma um pouco cansativa. Minha vontade de terminar a leitura foi maior e consegui finalizá-la.
Somos apresentadas as gêmeas Rebecca e Hepzibah. As duas são totalmente diferentes: enquanto uma é tranquila, tímida e sofre da Síndrome de Treacher Collins a outra é o oposto, determinada, aventureira, extrovertida e bonita.
Os pais das garotas são pessoas muito religiosas, chegando ao extremo. Até alguns meses atrás, as duas nem iam à escola, não tinham nenhum amigo. Com isso, Hephzi  acaba fazendo de tudo para ter as pessoas em volta de si, até mesmo humilhando sua irmã às vezes, para se enturmar.  Sendo assim, Hephzi  acaba se tornando a popular da escola, sendo a queridinha dos pais. Reb sempre fica à margem de sua irmã e acaba sofrendo as consequências das coisas que sua irmã apronta, já que fica marcada como cúmplice.
Rebecca precisa desvendar o que aconteceu com sua irmã, o que é esse mistério que envolve ela e seu pai.
O livro começou a fluir na metade, para ser mais exata, e me deixou refletindo sobre alguns assuntos, como fatos que acontecem na vida real.
A história tem uma carga forte de emoções. Muitas vezes ficava nervosa com a leitura, pois gosto de entrar nela e imagina as cenas.
Em suma, é um livro bom, que nos faz refletir em alguns aspectos. A todo instante ele mescla realidade e ficção, mas acredito que faltou algo a mais.
Indico o livro para aqueles que gostam desse tipo de enredo e de uma leitura mais tensa. A capa está bonita e a revisão está ótima também.


12 Comentários

  1. Sempre que vejo esse livro na livraria fico tentada a adquiri-lo mas sempre deixo meu "pé atrás" falar mais alto, depois dessa resenha, acho que vou ceder ao impulso e leva-lo hahaha leitora nova.
    Beijos!
    Se puder dar uma olhadinha no meu blog e dizer o que acha eu agradeceria: http://feitadepalavras.blogspot.com.br/ =]

    ResponderExcluir
  2. eu gostei demais desse livro. Ele é mto cruel e me deixou indignada
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari!
    Gostei da capa, mas a história não me chamou muito a atenção. Espero que seja um clichê bem trabalho, O.o

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha Mari! Já li Coração Feridos e curti bastante, apesar de ser uma leitura um tanto tensa. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Eu tô com o livro aqui na estante, mas exatamente por saber que a leitura é densa eu tô protelando a leitura. Não tô no clima pra isso!

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ainda não tinha ouvido/lido nada sobre este livro e apesar da capa ser bem bonita (o que conta muitos pontos) acho que talvez a história seja meio clichê demais pra mim. Pelo que você falou ele é cheio de emoções, mas é bem trabalhado especificadamente na parte do drama?
    Beijos:*

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari!
    A história desse livro parece ser bem interessante, mas fiquei com medo desse começo enrolado... Não ando com muita paciência com certas leituras :(

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi Mari :)
    Li esse livro já faz algum tempinho e gostei bastante. Ele é bem forte, tem uma carga dramática enorme e me conquistou (eu adoro um bom drama!).
    Sua resenha ficou ótima! Só que a minha leitura fluiu bem logo de imediato, eu estava curiosa demais pra descobrir tudo que tinha acontecido. rs
    Beijos
    http://www.coisasdemeninas.blog.br/

    ResponderExcluir
  9. Confesso que tenho receio de ler este livro pelo fato de ele tratar de assuntos polêmicos e ser demasiadamente triste, não sei se estou no clima para livros deste tipo.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. oie Mari
    eu já imagino uma história bem triste e comovente, e aposto que acabará em lágrimas.
    Quero ler o quanto antes.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari! Eu fiquei impressionada com esta história e revoltada também com a maneira que estas meninas foram criadas. Um livro tocante.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  12. Mari, eu ando em uma vibe de livros mais leves, mais romantiquinhos. Talvez no alto das férias eu pegue algo mais denso, e esse pelas resenhas que tenho visto é beeem carregado de emoções.

    Beijoca !
    @pirulitolimao | http://agarotadalivrariia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥