Autor: John Green
Números de páginas:  240


Sinopse: Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".


A sinopse esta bem explicativa. A história é bem isso mesmo, Miles é aquele garoto invisível em sua escola, não tem amigos. Resolver mudar para Culver Creek, escola em que seu pai estudou. Lá, ele acaba fazendo amizade com Alasca, a menina “popular” do colégio. Na Culver Creek, Miles acaba conhecendo novos vícios cigarro e bebida alcoólica, coisa que ele nunca pensou em experimentar. A amizades deles é de uma parceria incrível, Alasca é uma garota instável, nunca dá para saber o que se passa na cabeça dela e assim segue os dias, até no dia em que Alasca sai da escola totalmente fora de si e sofre um acidente, o que será que aconteceu, leiam e saberão!

O que eu achei do livro?
Boooom, eu gostei... Tenho que confessar  que tenho uma relação de amor e ódio pelo John Green. Esse é o segundo livro dele que leio e senti o mesmo, nada de muito especial. Ele tem uma ótima escrita, mas não que me faça me apaixonar. Nesse livro em especial, eu gostei muito de Alasca, garota instável, louca, mas que ao mesmo tempo era carente e precisava de atenção, mas não deixava se abater, sempre se mostrava forte.
O livro em si foi muito bom, livro bem rápido, pois a história me prendeu, mas confesso que mesmo assim, em algumas partes se tornava bem chatinho e sem graça. Tem algumas coisas que John Green escreve que na minha opinião não precisava escrever, as vezes eles com que os personagens falem algumas piadas e fica totalmente sem anexo. Mas uma coisa que amo são que os livros de John Green, nos trazem quotes bem legais.
Se eu indico o livro?

Lógico que sim, demorei para ler, mas no final gostei, teve seus altos e baixo, mas indico com certeza.


Deixe um comentário

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥