Título do Livro: A garota que tinha medo.
Autor (a): Breno Melo
Editora: Chiado
Número de Páginas: 280
Onde comprar: Chiado Editora

Sinopse: Marina é uma jovem que faz tratamento para a síndrome do pânico. Às voltas com o ingresso na universidade, um novo romance e novas experiências, Marina tem seu primeiro ataque de pânico. Sua vida vira de cabeça para baixo no momento mais inapropriado possível e então psiquiatras e psicólogos entram em cena. Acompanhamos suas idas ao psiquiatra e ao psicólogo, o tratamento farmacológico e a psicoterapia. Ao mesmo tempo, conhecemos detalhes de sua vida amorosa e sexual, universitária e profissional, social e familiar na medida em que elas são marcadas pela síndrome. Um tema atual. Uma excelente obra tanto para conhecimento do quadro clínico como entretenimento, narrada com maestria e de uma sensibilidade notável.


A sinopse já me poupou bastante trabalho. Mas devo dizer que foi uma leitura bem pesada, complexa na verdade.

Conhecer Marina e está ciente de suas crises é algo extremamente aflitivo. O modo como as pessoas se afastam dela, como a tratam como louca, mas também tem pessoas que ficam ao dela, a tratam como pessoa “normal” que passam confiança a Marina, foram coisas que me emocionaram demais. Sem esquecer o modo da própria Marina em se aceitar e tentar entender o que estava acontecendo com ela, é o que nos prende a história.

Bruno Melo escreveu uma história surpreendente, uma história fictícia, mas com um toque de realidade, pois eu mesma achei que era uma história real, que só tinha mudado os nomes dos personagens, mas ao final esta uma nota do autor dizendo que é totalmente fictício e fiquei de queixo caído. A escrita do Breno, como já disse é surpreendente, mas confesso que em partes se tornou cansativo, denso, sonolento. Atrapalhou a leitura? Sim, um pouco, as vezes pensei em abandonar o livro, mas não quis abandonar, pois queria saber o final e graças a Deus que fui persistente, o final é bastante satisfatório, um final merecido a Marina.

Bruno Melo conseguiu retratar a síndrome do pânico com tamanha perfeição, expôs todos os lados, não escondeu nada. Relatou o inicio como o paciente sofre com o mesmo, falou das fobias que vem junto. Mostrou o tratamento não só farmacológico, mas também lembrou a ajuda através da religião, o que achei bem legal, pois, o autor não focou só de um lado, mais de todos. Marina atirou para todos os lados para conseguir a sua recuperação. A leitura por vezes ficou confusa, mas logo dava para se situar novamente.

Não tenho muito que falar, só lendo para sentir e saber com o Marina tem que lidar todos os dias. A garota que tinha medo é um livro bom, porém complexo. De uma boa escrita, é uma história tocante e real.


Queria dizer também que a Mari já resenhou esse livro aqui no blog e aproveitem e vejam o que ela achou. (resenha da Mari).



31 Comentários

  1. É um livro que deve ser tocante e ao mesmo tempo real, mostra a realidade do cotidiano de muita gente que as vezes desviamos o olhar, uma pessoa bem triste, a escrita do autor em um livros dessa complexidade deve ser boa, então fiquei bem curiosa para saber como o escritor apresentou os fatos

    ResponderExcluir
  2. Oie, tudo bem?
    Eu estou com esse livro para ler, mas ainda não senti que estou preparada para enfrentar uma leitura tão densa e intensa. O assunto abordado no livro é algo pelo qual eu me interesso bastante, e arrisco dizer que, em partes, eu sei o que Marina sente. Que pena que a leitura foi arrastada em alguns momentos, mas fico feliz em saber que o autor soube trabalhar com todos os lados dessa síndrome.

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  3. Oie...
    Confesso que a premissa me chamou bastante atenção, pois, acho que nunca li nenhuma história que tivesse personagem com sindrome do pânico e como você mencionou que o autor tratou com intensidade sobre o assunto, eu fiquei bem curiosa para conferir a obra .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro emocionante, mas não curto livros complexos demais, não me caem bem. Além disso, as partes mais massantes e tediosas também não me agradam, perco o total ritmo da leitura. Abraços, adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  5. Oooi!
    Eu jã li/ouvir falar sobre esse livro em algum lugar, porém não tinha me chamado muito atenção contudo acho que a premissa é bem interessante, como vc disse que o livro é meio tenso não sei se tenho maturidade o suficiente pra ler e entender o que o autor realmente quis passar, enfim só me resta ler o livro pra saber de verdade se irei gosta ou não. Bela resenha. Bjs xx

    ResponderExcluir
  6. Olá, Brubs.
    Tenho esse livro em minha estante há um bom tempo, mas até hoje não o li. Justamente por a história ser um pouco densa e pesada, e ultimamente eu estou lendo livro mais leves. Mas em breve o irei ler e espero gostar assim como você.

    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  7. Desde o ano passado, acompanho resenhas com esse livro e fico sempre encantada com o enredo. Já havia me chamado atenção pelo título, mas o enredo é bem poderoso, só não curto muito a capa.

    ResponderExcluir
  8. Oiii, tudo bem?
    Realmente não conhecia este livro da Chiado Editora e me surpreendi diante do tema escolhido para ser trabalho e falado sobre, faz tempo que não leio algo assim, referente ao psicológico de uma personagem, irei anotar a dica.
    Beijão

    ResponderExcluir
  9. Amei essa temática, muito original! Acredito mesmo que seja profundo, tem tudo pra ser! Vou ler, com certeza!

    Thunder Wave

    ResponderExcluir
  10. Oi Mari, eu li um outro livro do autor e não gostei muito, por isso acho que ainda tenho certa resistência a ler este.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Muito interessante a premissa desse livro. Acho muito pertinente uma que trate de problemas como a síndrome do pânico, já que esta é um mal que assola a sociedade atual. Gostei muito da dica, já anotei!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  12. eu li e gostei bastante da história. como vc falou, ela é bem forte, tensa... mas a escrita do autor fluiu maravilhosamente bem... foi uma boa maneira [pra mim], de conhecer mais sobre a síndrome...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  13. Oi Bruna!

    Gente, esse negócio de síndrome do pânico é uma coisa terrível. Moro com uma prima que tem e era muito ruim quando ela tinha crises. Agora está bem melhor, graças a Deus. E concordo que não é só com remédios que a pessoa melhora né, tem que ter apoio dos amigos e da família. Acho que é justamente nesse momento que a gente descobre quem são os amigos de verdade.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá, não conhecia a obra, mas como você mesma mencionou, a sinopse já revela bastante do que esperar. A história parece ser bem tensa, não li nenhum livro com temática parecida. Valeu a dica!

    Abraços
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  15. Bru, a história parece ser bem bacana, afinal é um tema interessante de ser abordado, mas pelo que você falou acho que o autor se perdeu em alguns momentos.
    Não sei se teria sua força de vontade de ir até o final mesmo achando a história meio cansativa.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  16. Oioi!
    Também resenhei o livro A garota que tinha medo e gostei da leitura, eu nao sabia nada da sindrome do pânico e modo como foi retratado me deixou informada, sem sentir aquela chatice de varias explicações e tal.
    Eu recomendo a leitura, achei a escrita do autor mto boa.
    Vc falou bem do livro e deu apenas 3 estrelas? Por que?
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  17. Oi, Mari!
    Interessante a proposta do livro, esse tipo de temática tem sido muito importante de ser conhecido e discutido, e se o autor desenvolveu o tema tão bem como você falou, deve ser uma leitura realmente emocionante. Pela densidade da trama, porém, já não me arrisco muito a lê-lo, sou meio sensível demais com enredos assim.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  18. Oii,
    Achei muito interessante o tema desse livro. Bem atual e com certeza muito esclarecedor. É muito difícil para quem vê de fora entender quem passa por isso né.
    beijos

    ResponderExcluir
  19. Não vou dizer que o tema, síndrome do pânico, não me atiça a curiosidade, pois realmente me deixa muito curiosa e interessada e por isso, eu até daria uma chance ao livro, mas pelo fato de que a leitura foi muitas vezes cansativa, massante até confusa, como foi citado na resenha, me deixou desanimada, pois não tenho paciência para livros assim, gosto quando o enredo flui e me deixa interessada desde o seu principio, mas compreendo sua opinião, talvez a forma como foi desenvolvida a história, tenha acabado ficando assim, mas, isto não tira o talento do autor, que pelo visto tem bastante. Enfim, talvez eu dê mesmo uma chance mais para frente.

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir
  20. Olá!!!

    Já ouvi falar muito desse livro e todas as resenhas sempre focam na veracidade do autor ao escrever a obra. Acho que isso é sensacional e super importante.
    Eu não li ainda, nem sei se farei no momento por não estar no climw própricio para a leitura. Mas achei ótimo saber que a obra é bem escrita e detalhada. A dica está anotada.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  21. Oi Brubs, sua linda, tudo bem?
    Eu gosto muito quando os autores usam seus textos para falar de doenças reais, dos sentimentos das pessoas envolvidas. É importante levar à pessoas a realidade do que eles enfrentam. E pelo o que nos contou, o autor conseguiu passar bastante verdade. Não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Nossa, Bruh. Eu lembro que o autor tinha entrado em contato comigo logo que ia lançar o livro, mas depois perdemos o contato. E o pior é que eu queria ele :c . Se tu quiser se desfazer, já sabe a quem recorrer <3

    DHIAHSUIDHAUSHDHASHD

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi! Este livro promete hein! pânico é algo realmente complicado fico imaginando a personagem passado por tudo isso. Acho que mesmo sendo uma leitura densa, eu faria. Valeu mesmo pela dica!

    Bjus!

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    De cara me interessei pela obra, pois adoro os livros da Chiado, uma editora que conheci há pouco tempo e já aprendi a gostar.
    Quanto ao tema do livro, confesso que fiquei super curiosa para saber como o autor abordou um assunto tão sério quanto a síndrome do pânico, uma das doenças que mais atinge às pessoas nos dias de hoje.
    Pena que em algumas partes a leitura não fluiu, mas ainda bem q gostou de ter insistido para chegar ao final.
    Abraço!

    Karla Samira
    http://www.pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oie
    Eu já vi algumas resenhas desse livro e sempre acho incrível como o autor aborda o tema no livro. Ainda não tive tempo de ler o livro, mas gostaria já que parece uma história tão real, a escrita do autor deve ser ótima!
    Beijos


    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  26. não sei se tenho coragem de ler esse livro, já presenciei pessoas com sindrome do pânico e é muito pesado ainda mais ouvir a pessoa contar o que ela passou com as pessoas que "queriam ajudar", esse tipo de problema é muito complicado pois normalmente só entende mesmo quem passa( e nem todo mundo). espero que o autor tenha conseguido retratar a verdade sem esteriótipos,pq são problemas muito complexos

    ResponderExcluir
  27. Oee! Só a sinopse já me angustiou, não sei se leria...A vida já é tão problemática que entrar nos problemas dos outros no sentido literário pra mim não rola, principalmente agora que acabei de concluir Misery..PQP, que livro agoniante. Enfim, abraço!

    ResponderExcluir
  28. Oi! Detestei a capa! O tema parece bem profundo e denso, mas nao sei se quero ler agora, mas no futuro talvez. Conheço uma pessoa que tem a sindrome e é muito complicado.

    ResponderExcluir
  29. É uma pena que as vezes a leitura se torne um pouco confusa, mas pelo que li no sua resenha o livro parece bom, mas não é muito o meu genero e não pretendo ler por enquanto

    ResponderExcluir
  30. Já havia lido outra resenha desse livro. Com certeza vou ler, apesar de ser uma leitura cansativa. Gosto bastante de histórias que retratem a realidade, mostre como as coisas realmente são e te faz sentir e ter consciência disso. Fiquei bem curiosa. Devo disser que acho a capa bem feia, mas não LIGO muito pra isso.

    ResponderExcluir
  31. Oi!
    Faz um tempo que vi esse livro do Bruno e fiquei bem curiosa para poder ler, achei bem interessante ele aborda a síndrome do pânico de tal forma que nos faz acreditar que é uma historia real e por ser um tema que não conheço direito fiquei curiosa para poder ler esse livro e curiosa sobre esse final !!

    ResponderExcluir

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥