Carrie, A estranha
Autor: Stephen King
Números de páginas: 137
Editora Objetiva
4 estrelas

Sinopse: Carrie, a Estranha narra a atormentada adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, objetos voam, portas são trancadas ao sabor do nada, velas se apagam e voltam a iluminar, misteriosamente.
Aos 16 anos, desajustada socialmente, Carrie prepara sua vingança contra todos os que a prejudicaram. A vendeta vem à tona de forma tão furiosa e amedrontadora que até hoje permanece como exemplo de uma das mais chocantes e inovadoras narrativas de terror de todos os tempos.
Com tantos ingredientes de suspense, Carrie, a Estranha logo se transformou num enorme sucesso internacional e passou a integrar a mitologia americana. Ao ser transportado para as telas, em 1976, pelas mãos de Brian de Palma, teve a atriz Sissy Spacek e John Travolta em seus papéis principais.

A sinopse já diz muito sobre o livro, então vamos direto ao que achei da leitura.

- Criança não sabe o que faz. Nem sabe  que as reações dela, na verdade, realmente magoam os outros. Não tem, hum, empatia. Sacou? (Pág 53)

Nunca tinha lido nada do famoso Stephen King e que agora em outubro, mês do Halloween, resolvi dar uma chance ao mestre do terror. Peguei emprestado com o marido da mina que trabalha comigo, dois livros do King, sendo um deles: Carrie, A estranha.

Fiquei cismada ao iniciar leitura, achei que não iria gostar, também não assisti o filme e como ouço bastante gente dizendo que o filme é “trash”, então estava com os dois pés atrás. Porém, para minha felicidade, foi uma enorme surpresa.

- Mas quase ninguém descobre que seus atos, na verdade, magoam realmente os outros! Ninguém fica melhor, as pessoas so ficam mais espertas. Quando fica mais  esperto, você não pára de arrancar asa de mosca, só imagina um motivo melhor para fazer isso. (Págs 53 – 54)

Como disse, iniciei a leitura de Carrie, cismada, achei que a história seria ruim, fraca, na verdade eu achava que iria me decepcionar feio, já que sou do contra e nunca gosto das coisas que a grande maioria das pessoas gostam. Logo quando comecei a ler, entendi o porque King faz tanto sucesso, a escrita dele é excepcional, sem palavras para descrever esse dom que essa criatura tem, logo me vi presa na história.

King narra o bullying que Carrie sofreu de uma forma maravilhosa, vamos dizer de forma real. King mostrou com perfeição tudo o que ela sofre em  casa com a louca de sua mãe e mais o que sofre na escola, foi tudo muito perturbador, eu tinha que parar de ler para tentar assimilar tudo, juro que fiquei com tanta, mais com tanta dó de Carrie, que ao contrário de muitos que ficam com medo ao ler ou sentiram o suspense e a adrenalina, eu chorei.

O pássaro inferior não é ajudado com ternura pelas outras aves; antes, é liquidado rapidamente, de modo implacável. (Pág 56) 
No final, com tudo que acabou acontecendo, que em minha opinião foi algo digno, uma vingança e tanta, parte essa que foi a que mais gostei, confesso que nem tudo foi um mar de rosas, senti que em muitas partes achei que foi uma leitura maçante, cansativa e sonolenta, mas creio que o livro pediu um pouco disso e que ao mesmo tempo que achei isso chato eu gostei, pois, foi nesse momento que largava o livro e descansava que ia refletir sobre tudo o que Carrie sofreu, sim deu para perceber o quanto eu fiquei admirada com isso, mas não tem como não ficar, uma pessoa sofrer tudo aquilo e a forma como King descreveu de forma detalhada e perfeita, é de se apaixonar.

Bom gente, vou para por aqui, porque senão vou ficar até a morte falando. Carrie, A Estranha foi uma leitura ótima, como seus defeitos, mas nada é perfeito. Amei conhecer o trabalho desse fabuloso autor e sim virei fã. E para quem gosta de terror, não indico Carrie, o livro é mais puxado pro suspense, mas se você não conhece o trabalho do King, assim como eu não conhecia, recomendo que comece por esse livro.


Um Comentário

  1. Olá, tudo bem?
    Nunca li "Carrie, A estranha", mas já assisti várias vezes as últimas duas versões do filme - que por sinal gostei bastante da segunda versão.
    Ainda não li nada do Stephen King, mas pretendo ler um livro dele em breve, pois só ouço elogios a respeito de sua escrita.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥