Batendo à Porta do Céu
312
Editora Biruta
Sinopse:

Uma jovem estudante de medicina decide abrir mão de seu conforto, de sua família e de seu namorado para trabalhar como voluntária em um hospital na Índia, durante as suas férias de verão. Em sua jornada, Sílvia conhece as peculiaridades de um país muito diferente do seu, convive com a pobreza e conhece pessoas que se tornarão muito especiais e importantes em sua vida, como o voluntário Leo, a médica Elisabet Roca, as pequenas Viji e Narayan e o misterioso Mahendra.
Inspirado em um caso trágico de uma voluntária espanhola, Batendo à Porta do céu expõe as reflexões da jovem Sílvia ao se deparar com a precariedade da infraestrutura indiana, as perdas, o medo e si própria. Sílvia mergulha em um momento de autoconhecimento, em que se questiona sobre o amor e suas variações, sobre a importância do apoio da família e sobre o valor da vida. Sua vontade de evoluir como médica cresce, ao mesmo tempo em que suas convicções vão sendo fortalecidas.
De forma cativante, o autor Jordi Sierra i Fabra sensbiliza o leitor com suas indagações, e também com a realidade indiana, que se contrasta tanto com a vida da jovem espanhola.

Minha opinião:

Batendo a porta do céu é um dos livros favoritos de 2014. Li em poucas horas, sem ao menos desanimar. Logo na sinopse, imaginei que seria assim, que ele seria uma agradável leitura.
Encontramos aqui a história de uma jovem estudante de medicina, Silvia. Ela mora em Barcelona e vive com seus pais, doutores reconhecidos mundialmente. Ela acaba indo parar na mesma carreira que eles, mas com um pensamento diferente, visto que atende a população menos favorecida.
Durante as férias de verão, ela decide ir para a Índia, mesmo contra a vontade de seus pais, principalmente do pai, que não entende os pensamentos de sua filha.
Silvia é bastante corajosa e decidida. Chegando lá, conhece o hospital onde ficará trabalhando voluntariamente e que é mantido por doações de assistências que ficam na Espanha. Lá ela encontra uma realidade que, mesmo sendo o que já se imaginava, fica impressionada.
Ela conhece a Dra. Elizabeth Roca, uma das responsáveis pelo hospital, e as duas acabam ficando bem amigas. Entre outras pessoas, conhece Viji, uma jovem de 18 anos que ainda não se casou por ter uma deficiência na perna e em um dos olhos.
Conhecemos também Mahendra,  que é considerado o príncipe por lá. Viúvo, vive sozinho em sua casa, pois, em um grave desastre, perdeu sua esposa e todos os filhos. Ele não sai e vive na solidão, só com a companhia de um funcionário. Mas com Silvia ele acaba se libertando um pouco saindo da sua solidão.
Durante esse tempo que Silva fica lá, ela acaba pensando sobre muitas coisas e uma delas é a relação que tem com Arthur, seu namorado, que também não apoiou sua decisão de ir para a Índia.
Outro personagem que nos chama atenção é Leonardo, jovem da Espanha que está lá pela segunda vez. Logo de início nos parece ser uma pessoa muito arrogante, mas no decorrer da história percebemos um rapaz totalmente diferente, um batalhador que luta para ser um ótimo oftalmologista e que já sofreu um pouco com suas decisões.
É um livro com uma leitura leve. Mesmo com um tema triste, a realidade da Índia, Silvia foi corajosa e correu atrás do seu sonho e pretende voltar lá a cada verão para fazer sua parte, que inclusive deixou os pais muito orgulhosos.
Conhecemos uma nova Silvia no término dessa história, com novos pensamentos e novas ideias. Para mim o livro poderia ter uma continuação, de tão agradável que foi a leitura.

Um dos trechos que ficou mais na minha cabeça foi uma citação de uma frase:
“O tempo é muito lento para os que esperam, muito rápido para os que têm medo, muito comprido para os aflitos, muito curto para os alegres, mas para os que amam, o tempo é uma eternidade.”

O trabalho da editora, como sempre impecável, com folhas amarelas e diagramação perfeita para leitura, trabalho gráfico lindo mais uma vez.


19 Comentários

  1. Esse livro deve ser lindo!
    To retornando ao blog, estou agora começando uma série sobre o Uruguai, e um pouquinho do que pude aprender la ano passado!
    asoonhadora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. MEU DEUS, eu ameiiiii *-* Adorei a sinopse e a resenha! Não sei explicar o quanto esse livro se encaixou para mim no momento, preciso ler!
    bjs
    http://www.vicioemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Achei a sinopse e a sua resenha tão bonitas. O livro é baseado em fatos né? Poderia virar filme porque iria atingir um público ainda maior. A pobreza da Índia como o do Brasil, e as dificuldades que passamos no campo da saúde, deveriam ter mais destaque para criar uma conscientização mundial para países assim.
    bjs!

    ResponderExcluir
  4. ADOREI! Eu não conhecia nada sobre esse livro e nem ouvi falar dele antes, mas achei a história cativante. Eu aprecio enredos nos quais a protagonista reafirma a si mesma o que deseja e persegue o seu próprio sonho, superando obstáculos e até mesmo a opinião alheia.
    Anotei a dica, flor!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Achei um livro bem interessante pelo que tu descreves da tua leitura,mesmo sabendo das precariedades que existe na Índia ela vai em busca de ajudar o próximo.
    http://magiasbook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Não conhecia esse livro, mas fiquei curiosa para ler depois da sua resenha. Gosto de livros realistas.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro os livros da Biruta pois as histórias mesmo que para leitores mais jovens, acabam conquistando qualquer leitor e tenho que dizer o trabalho editorial deles é lindo! Porta do Céu eu ainda não li, mas pela resenha dá para ver que a história encanta e envolve bastante, mais um para minha lista!

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  8. Não curti muito a capa e confesso que se fosse julgar por ela não o leria. Mas pela sinopse e pela sua resenha eu o quero pra ontem,adoro livros leves mas que contem histórias que possa me agregar algo,me passar alguma coisa boa.

    Esse liro parece que nos passa algumas lições e me pareceu também que é biográfico....já curti muito.

    Sua resenha ficou show, bem chamativa.

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Todo mundo fala em trabalho voluntario na Africa, mas eu gostaria de ir para a Asia, a vi um filme sobre o assunto e fiquei bem curiosa. Agora me deu mais vontade ainda de ler o livro rs bjos

    ResponderExcluir
  10. Olá... tudo bem??

    Bom fiquei meio confusa com a resenha, mas parece-me um história interessante... podemos observar que a Silvia ama ajudar ao próximo sem pensar em como vai fazer... só apenas ajuda e isso é lindo de se ver... acho que se cada um parasse para pensar em fazer a sua parte e ajudar... acho que teríamos menos desigualdade... Xero!

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bom?
    Já li o livro e ele fala sobre questões humanitárias importantes. O trabalho voluntário é um dos mais belos do mundo e deveria ser mais reconhecido. Essa jornada da protagonista tem todo um caráter reflexivo porque ela passa a ver o mundo com outros olhos.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bom?
    Já li o livro e ele fala sobre questões humanitárias importantes. O trabalho voluntário é um dos mais belos do mundo e deveria ser mais reconhecido. Essa jornada da protagonista tem todo um caráter reflexivo porque ela passa a ver o mundo com outros olhos.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Lindo este livro. Não o livro ainda, mas pela história irei curtir bastante
    Gosto de personagens determinada

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  14. Oi tudo bem?
    não conhecia o livro, mas deve ser muito bonito e profundo. A questão do voluntariado é importante, e acho legal ver abordada assim na literatura
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, gostei muito da sua resenha e a premissa e a capa é simplesmente maravilhosa. Fiquei tocada e cativada com apenas com suas palavras. Não conhecia o livro, mas estou bem curiosa, espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos, sucesso.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Essa capa é maravilhosa!!!
    Só a premissa já me encantou, e depois da sua resenha eu tenho certeza de que preciso ler Batendo à Porta do Céu.
    Gostei de saber que é uma leitura rápida, pensei que serio o contrário pelo tema e tudo mais.
    Já adicionei a wishlist e espero poder comprar e ler em breve!!!
    Beijosss,
    http://www.thousandlivestolive.com/

    ResponderExcluir
  17. Gostei muito da premissa do livro que deve trazer lindas mensagens e ensinamentos de vida. Já estou com esse livro na lista de desejados. Uma história que deve mexer com nossas emoções e nos fazer refletir. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu amei esse livro.
    A história perece ser bem emocionante e envolve o leitor.
    Adorei a personagem principal, achei a atitude dela muito altruísta.
    Espero pode ler em breve.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. O livro deve ser mesmo lindo,pois largar a sua vida de conforto para ir para Índia,um lugar tão pobre e necessitado, mostra que a personagem é forte e entende o que é generosidade e amor.

    Não li o livro mas preciso ler e conhecer essa triste históra.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥