A garota do outro lado da rua
115 páginas 
Editora Novo Século



Sinopse:

Enzo é um menino intelectual e aplicado nos estudos que não se importa em ser ridicularizado pela maioria dos colegas de turma. Ao lado de seu amigo Leandro, entra e sai do colégio com uma vida monótona e sem grandes emoções. Entretanto, há alguém que sempre balança a serenidade de Enzo: Rafaela, sua vizinha de frente, por quem Enzo é apaixonado desde a infância e é sua colega de turma. Porém, linda e popular entre os estudantes, Rafaela não se dá conta da sua existência até que um dia, em uma excursão do colégio, ambos se perdem juntos na mata. Rafaela e Enzo começarão a se conhecer melhor e perceberão o quanto estavam enganados a respeito um do outro. Mas será que esse conhecimento resultará em uma grande amizade? Será que o amor de Enzo sobreviverá além das aparências? Afinal, quem é verdadeiramente a garota do outro lado da rua?
Minha Opinião:

Sempre li resenhas dos livros da autora e ficava sempre curiosa para conhecer a escrita dela, mas já com um pouco de receio, pois sempre que leio coisas muito positivas de algum autor, vou com muita sede ao porte, imaginando algo e quando leio é um balde de água fria, pois acabei criando expectativas demais.

A garota do outro lado da rua é um livro infanto-juvenil, que tem uma narrativa bem leve e gostosa, mesclando aventura e um ar de seriado americano que nos deixa à vontade durante a leitura que transcorre de uma forma rápida e leve.

Aqui encontramos dois jovens: primeiro Enzo, um rapaz estudioso, tímido, que não tem muito amigos na escola; já Rafaela, sua vizinha, é a garota popular da escola, repleta de amigas e namora o capitão do time.
Ela nem sabe da existência do rapaz que sofre de um amor platônico, sempre acompanhado a vida da garota.

Em uma excursão com a turma ao parque Enzo não fica tão empolgado, mesmo gostando de estudar sobre as plantas e bichos que poderiam encontrar lá. Mas acaba enfrentando um problema no meio de uma trilha. 

Os dois ficam perdidos na mata, sem nenhuma chance de reencontrar o caminho de volta rapidamente. No início, Rafaela acaba sendo um tanto mimada e grosseira com o rapaz, já que ele, em um momento de sobrevivência, sai correndo com ela.

Após essa experiência, ele acaba percebendo que ela não é tudo aquilo que ele sempre imaginou, que idealizou uma menina totalmente diferente da real, que pode machucá-lo de uma forma um tanto cruel para um apaixonado garoto.

Ele pode ter machucado alguém que estava o tempo todo ao seu lado e que sofria pelo mesmo sentimento por ele, mas que infelizmente ele nunca deu a atenção merecida.

O livro é bem leve por ser tratar de um infanto-juvenil, fez o papel que precisava, mas sem muitas emoções ou aventuras.

O trabalho da editora ficou bom, a capa é linda e a diagramação é boa para leitura. Indico a todos que querem algo leve e gostem desse gênero.


11 Comentários

  1. Oi Mari, tudo bem?
    Nunca li nenhum livro dessa autora, mas a capa e a sinopse desse livro sempre despertaram meu interesse. Acho que essa é a primeira resenha que leio.
    É engraçado, as pessoas tendem a idealizar as outras. Infelizmente, na maioria das vezes, nós nos enganamos e com isso vem o sofrimento. Que pena que essa garota não era o que ele esperava. Cheguei a pensar que a experiência iria uní-los. Parece ser uma leitura bem leve mesmo, só espero que tenha um final feliz.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já li a trilogia da Lycia e amei. Tenho curiosidade pra saber como é a escrita dela no infantojuvenil, mas pelo visto eu vou gostar também.
    A capa é meiga, um prato cheio pros meus olhos desesperados por capas. rs
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Eu também ouvi falar muito bem do livro e da autora, mas nunca tentei comprá-lo ou lê-lo, pois acho a história um clichê e tanto. Acho que não o leria por ora.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Acho a Lycia sensacional, ela parece ser super simpática e gosto sempre de ver suas entrevistas e etc. Ainda não li nenhum livro e nem tenho tanto interesse, mesmo assim a admiro e espero que ela continue fazendo sucesso! Parabéns pela resenha.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Adoro os livros da Lycia Barros. são muito bem construtivos e os personagens são lindos. Ela sabe passar a mensagem que quer para os leitores.
    Adorei a sua resenha.
    Quero muito ler esse livro.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Mari, menina sou assim como você, quando leio muita coisa positiva acabo ficando ressabiada e com medo de a leitura não ser tudo aquilo, e este em questão não me atiçou muito mesmo ela sendo positiva, por mais que na historia trás algo como uma lição do tipo: Nem tudo que reluz é ouro, ainda sim não estou tão empolgada.
    A premissa parece interessante, o assunto abordado, mas vou deixar para uma próxima a leitura deste livro.
    Mari eu adorei sua resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari,

    Eu ainda não li nada da autora, mas, como você, ando com o pé atrás.
    Gostei da premissa do livro para o público juvenil e gostei da sua resenha.
    Mas saber que ele não tem muita emoção ou aventura, me deixa com o pé atrás, porque é justamente o que procuro nesse tipo de leitura.
    No mais, adorei a sua resenha!!

    Beijos,

    --
    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie Mari
    Eu sou desse mesmo jeito, quando quero muito ler um livro, eu sempre vou com grandes expectativas e às vezes acabo me decepcionando. Eu tenho vontade de ler A Garota do outro lado da rua, ultimamente tenho lido ótimos livros infanto-juvenil e já anotei a dica. Possivelmente, eu vou ler A Bandeja antes.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Mari, tudo bom?
    Olha, não conhecia o livro, acho que só vi a capa no site da editora, mas é só.
    Não sou muito fça de infanto juvenil, mas a história parece fofa.


    beijos,
    www.cinefilandobr.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Flor!!!!!
    Amei a capa! Sou como vc, leu coisas positivas e minhas expectivas vão lá em cima!Que bom que gostou! Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari, tudo bem?
    Já cheguei a ler um livro da Lycia, mas achei muita apelação o fato de puxar a sardinha pra religião evangélica. Deveria vir escrito isso na capa.

    Beijo

    ResponderExcluir

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥