Mulheres de Aço e de Flores
Fábio de Melo
Total de Páginas: 214
Editora: Editora Gente

Sinopse:
Usando a realidade para criar suas histórias, o autor Pe. Fábio de Melo adorou o formato ágil da narrativa para explorar diferentes aspectos do comportamento feminino em situações cotidianas, em diferentes frentes de atuação, como a de uma costureira que quer transformar sonhos em realidade a partir de tecidos; da atéia que não entende a relação entre velas e Deus; da louca que não quer compromissos e da mulher que relaciona culinária à vida. As mulheres sabem mais sobre isso. Elas experimentam na carne o destino de serem como Deus, em pequenas partes. Geram o mundo; embalam os destinos e entrelaçam num mesmo tecido as cores da fragilidade e da força. Elas são de aço. Elas são de flores.


Resenha:
Um livro que imaginava uma coisa e logo no começo da leitura percebi que seria outra. Esta é a frase que descreve claramente meus sentimentos durante o período em que estive com este livro em mãos.
Não é um estilo de leitura que costumo fazer, mas como sempre digo aqui no blog sou aberta a novos estilos de leituras, então assim que fechei parceria com a editora solicitei esse livro.
O livro contém diversos contos de mulheres, muitas vezes bem melancólicos, mas que sempre nos deixam uma mensagem importante, algo que nos remete o quão forte são as mulheres e que, mesmo frágeis e delicadas, conseguem superar muitas coisas difíceis.
Um ponto que me encantou bastante sobre essa leitura foi que os contos foram escritos por um homem. Não um homem qualquer: um Padre, que conseguiu mostrar as delicadezas das mulheres, mas mencionando como somos fortes em nossos objetivos.
A capa é bem simples, porém bonita, o acabamento que a editora fez ficou lindo e perfeito, sem erros da revisão, a fonte é ótima para leitura, que por sua fez é bem rápida.  As folhas são brancas, mas mesmo assim a leitura é agradável.


15 Comentários

  1. Oi, Mari!
    As vezes e adoro pegar um livro que não está entre as minhas leituras habituais e tentar me surpreender. Acho que nunca li nenhum livro escrito por uma Padre (que eu saiba) até hoje. Gostei da dica e vou deixar anotada aqui. ;)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi flor!
    Parece ser uma leitura emocionante, é sempre bom ler sobre essa força feminina, e acho que o fato de ser escrito por um homem dá um toque especial à obra.
    Sempre bom, também, sairmos de nossa zona de conforto de leituras para conhecermos coisas novas!
    Beijão!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Parabéns pela resenha! Tenho o livro em casa, espero que quando eu ler eu também goste dele como você gostou. (:

    Abraços.
    Entre Livros e Livros
    http://musicaselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Vi esse livro na casa do meu irmão outro dia, mas não quis pedir emprestado (devia ter pedido!). Gostei da sua resenha, principalmente do modo como foi direta ao ponto. Vou ver se leio o livro sim

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Legal a história do livro, também tenho parceria com a editora, mas nem imaginava que esse livro fosse assim.

    Abraços,
    Marinah | Blog Marinah Gattuso

    ResponderExcluir
  6. É um livro interessante, a certo modo. Vejo sempre que vou ao mercado na sessão literária, rs. Tive vontade comprá-lo, porém, imagino que seja uma espécie de "auto-ajuda" ... Então desisti, rs. Tenho vontade lê-lo somente para aproveitar a oportunidade, sabe? Mas sei lá, ando desanimada demais com tais livros, rs.

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari.
    Eu gosto de contos, apesar de não gostar de leituras melancólicas, acho que esse livro eu deixo passar.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  8. Oie Mari.
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei bem interessante em pretendo ler.
    Como você, eu sempre estou disposta a conhecer novos gêneros.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    Jéssica
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Já tinha ouvido falar desse livro
    Parece ser bom, mas não chamou muito minha atenção

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Mari! Acredito que o livro não tenha te decepcionado de uma forma negativa. Acho legal leitores estarem abertos a novos gêneros, sou uma delas, rs.

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Que livro diferente, Mari!
    O legal é saber que foi escrito por um padre e isso mudou toda a minha visão do livro. :)
    Curti!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  12. Olá Mari,
    Esse também não é o tipo de livro que eu leria, mas acho bom estarmos sempre abertos a todos os tipo de livros, pois nunca sabemos quando vamos nos surpreender certo ?
    Adorei sua resenha, e fiquei com vontade de ler esses contos sobre diversos tipos de mulheres .
    Beijos
    http://resenhandolivrosefilmes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Mari, tudo bem?
    Achei bem interessante esse título, pois acredito que somos assim, e precisamos ser assim. Hora delicadas como uma flor e hora firmes como o aço. A dica está mais do que anotada, e eu particularmente gosta da escrita do Pe. Fábio de Melo.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  14. Nossa!!! Queria comprar e dar de presente esse livo pra minha mãe e pra minha sogra, ambas apaixonadas pelo Pr. Fábio de Melo.
    Parabéns pela resenha, deve realmente muito bom.
    Beijos
    Brubs

    ResponderExcluir
  15. Eu adorei esse livro. As história são linda e sempre deixam a gente com uma grande lição.
    Devorei ele rapidamente e confesso que em algumas histórias eu torcia para que o final fosse diferente.
    Beijos....

    ResponderExcluir

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥