Somos todos órfãos
Regis de Oliveira
Total de Páginas: 184
Editora: Editora Novo Século
Sinopse:
 “Cada leitor receberá a mensagem que lhe aprouver. Alguns clamarão contra, dizendo-a obra inconsequente e fraca. Outros falarão contra a redação do texto. Alguns entenderão a mensagem. Se puder desmistificar algumas coisas que entendo erradas, estarei gratificado.” Somos todos órfãos é um romance constituído de várias histórias. Baseado em Os filhos do nosso bairro, de Naguib Mahfuz, prêmio Nobel de Literatura em 1998, este livro põe em cheque e desnuda as religiões do mundo. Regis de Oliveira pretende explorar os sentimentos humanos e esclarecer que as religiões sempre tendem à dominação e à promessa de uma vida melhor em outro lugar. Mas essas pregações acabam eliminando o que há de mais notável no ser humano: a vida que vivemos. Leia e tire as próprias conclusões. 

Resenha:

Um livro bastante reflexivo que nos remete a diversos pensamentos referentes a sermos órfãos. Logo que recebi o livro confesso que minha curiosidade não ficou despertada pela leitura, porém lendo a sinopse fiquei interessada em saber qual mensagem o livro iria me transmitir.
O livro nos traz algumas histórias de pessoas que foram, por uma razão abandonadas pelos seus pais e, que mesmo aqueles que têm os pais presentes do seu lado, não falam ou ouvem, também se tornando abandonados.
Cada história que o autor colocou no livro nos remete a um sentimento Em um deles fiquei perplexa com a atitude de uma esposa que não conseguia ter filhos e convenceu seu marido a se deitar com a empregada da casa para que tivesse um filho para que depois eles criassem a criança como filho deles, mas depois de algumas semanas sua esposa também ficou grávida e o pobre bastardo foi abandonado pelo seu pai.
Uma leitura super diferente das que costumo fazer, mas não foi ruim só foi boa. A editora está de parabéns pelo trabalho, simples e perfeito, sem erros. Ótima leitura para aqueles que querem algo diferente.


15 Comentários

  1. Oi Mari!
    Imagino que seja uma leitura bem reflexiva mesmo e também fiquei chocada pelo caso que você contou.
    Interessante a ideia!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro.
    Nossa, ele me pareceu bem forte, bem denso, pelo menos foi isso que senti.

    Gostei do seu comentário!!

    Bjkas

    Alessandra Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sem erros o livro? MILAGREE!
    Não conhecia o livro Mari, mas me pareceu auto-ajuda :x
    Gostei do que vc falou e me instigou a querer ler ^^
    Beijos
    Brubs

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas parece ser uma leitura interessante. Dica anotada.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  5. Apesar de não ser meu gênero preferido acredito que esse tipo de livro pode trazer mensagens importantes e mudar alguma coisa no nosso modo de encarar a vida.
    Eu gostei bastante da capa e da proposta do livro, espero ter oportunidade de ler um dia ^^

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  6. Oi Mari!
    Não conhecia o livro e curti bastante a temática. Fiquei bem curiosa para ler, já que o esse tema abandonos é bem forte e, pelo que vc falou na resenha, o livro parece ter muitas histórias assim.
    Me deixou bem curiosa!
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Mari! Não conhecia o livro, achei o tema interessante, mas não seria uma leitura para este momento.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Gosto de livros que fazem refletir, com certeza iria gostar desse. Muito boa a resenha ^^

    ResponderExcluir
  9. Eu não conhecia este livro, é a primeira vez que vejo alguém falar dele.
    Fininho né, deve ser uma leitura rápida... Gosto de livros que fogem do tradicional, como este.

    Vanessa - Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Parece um bom livro. Ainda não conhecia esse livro, agora fiquei curiosa. Muito boa sua resenha, parabéns! Grande Beijo!

    Camila - Meu Livro Cor-de-Rosa
    http://meulivrocorderosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Mari.
    Me surpreendi com a sua resenha, eu não sabia que o livro iria ser tão forte assim, se tratando deste tema, nossa deu uma curiosidade danada para ler :)
    Gostei bastante da resenha flor ^^
    Beijokas

    ResponderExcluir
  12. Ainda não conhecia esse livro.
    Apesar da ótima resenha, o livro não chama a minha atenção.
    Acho que não o leria.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não tinha ouvido falar! Mas adoro histórias reflexivas! Quero ler!
    Beijos,
    Vinícius - Livros & Rabiscos

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Nossa, esse livro parece ser bem reflexivo mesmo. Fiquei curioso.
    E o caso que você citou da história, simplesmente me deixou boquiaberto.
    Gostei de saber sua opinião. (:
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Mari,

    Não conhecia o livro e pela sua resenha parece bem interessante e reflexivo....boa dica e parabéns pela resenha....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Agradeço desde já sua visita, adoraria saber sua opinião, critica, elogio, sugestão.
Ah deixe seu link que assim que possível retribuo a visita e o comentário.
Alguma dúvida enviar o e-mail para mari.blogstoriesandavice@gmail.com.
Beijo Mari ♥